Embrapa Mandioca e Fruticultura
Sistema de Produção, 4
ISSN 1678-8796 Versão eletrônica
Jan/2003
Cultivo da Banana para o Ecossistema dos Tabuleiros Costeiros

Luciano da Silva Souza e
Raul Dantas Vieira Neto

Início

Importância econômica
Clima
Solos
Adubação
Cultivares
Mudas e sementes
Plantio
Irrigação
Tratos culturais
Plantas daninhas
Doenças
Pragas
Uso de agrotóxicos
Colheita e pós-colheita
Mercado e comercialização
Coeficientes técnicos
Referências bibliográficas
Glossário


Expediente

Importância Econômica

    Entre as fruteiras produzidas no Brasil, a cultura da bananeira ocupa lugar de expressão, tanto em volume de frutas produzido, quanto em importância sócio-econômica. No Nordeste, onde são produzidos 34% de toda a banana do País, é uma das frutas mais consumidas; nos Tabuleiros Costeiros ela é estratégica, pois é um dos componentes básicos da alimentação de todas as camadas da população. Apesar dessa importância e do potencial dos Tabuleiros Costeiros para produção dessa fruteira, principalmente em sistemas irrigados, tem-se observado redução na maioria dos índices de produção.

    Assim é que a área de abrangência da Embrapa Tabuleiros Costeiros no Nordeste (Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará), produziu junto, em 1990, um total de 196.826 mil cachos de banana, passando para 179.048 mil cachos em 2000, apresentando queda de 9%. Quanto à área colhida, passou de 174.869 ha para 156.980 ha, representado redução ao redor de 10%. Enquanto em 1990 a Região dos Tabuleiros Costeiros gerava aproximadamente 26% da produção desses Estados, essa participação caiu para 20% em 2000.

    Embora no Nordeste encontrem-se boas condições de clima e solo para a produção de banana com alto padrão de qualidade, verifica-se baixa eficiência na produção e no manejo pós-colheita, principalmente nas áreas cultivadas em sistema de sequeiro. Sob regime de irrigação, principal forma de expansão dessa cultura nos Tabuleiros Costeiros, tem-se obtido produtividade elevada, porém ainda incompatível com os investimentos aplicados, devido a problemas relacionados ao manejo do solo, tratos culturais, tratamento pós-colheita e comercialização, entre outros.

    Esse documento teve como objetivo padronizar as informações para o plantio da cultura da bananeira na Região dos Tabuleiros Costeiros do Nordeste, considerando suas características edafoclimáticas e de comercialização.

 

Copyright © 2003, Embrapa

Topo da Página