Embrapa Florestas
Sistemas de Produção, 4
ISSN 1678-8281 Versão Eletrônica
Ago./2003

Cultivo do Eucalipto

Antônio Francisco Jurado Bellote

Início

Importância socioeconômica e ambiental
Indicações de espécies para plantio
Produção de mudas
Sistemas de Plantio
Nutrição, Adubação e calagem
Pragas
Doenças
Manejo de plantações para desdobro
Sistemas Agroflorestais
Coeficientes Técnicos e Custos
Mercado e Comercialização
Referências
Glossário


Expediente
Autores

 

Nutrição, Adubação e Calagem


Recomendação de adubação mineral

Não existem recomendações de adubação baseadas apenas nas análises de solo, e especificas para as diferentes espécies florestais plantadas nos diferentes tipos de solo. De maneira geral, pode-se recomendar a seguinte adubação:


Interpretação dos teores de P e K no solo, com base nos resultados da análise química.

Teores no solo
Interpretação  

 

 Baixo

Médio

Alto

P (mg/dm³)

menor ou igual a 3,0

maior que 3 e menor que 7

maior ou igual a 7

K (mmol(+)/dm³)

menor ou igual a 0,5

maior que 0,5 e menor que 1,5

maior ou igual a 1,5



Recomendação de adubação com fertilizante mineral para eucaliptos, com base nos teores de P e K do solo.

Interp. Interp. N P205 K20 Fórmula kg/ha g/pl

P

K

 

 

 

 

 

 

B

B

30

120

60

08-32-16

375

220

B

M/A

30

120

45

10-30-10

400

240

M

B

30

90

60

08-30-20

300

180

M

M/A

30

90

45

08-28-16

320

190

A

B

30

60

60

08-28-16

220

130

A

M/A

30

60

30

10-20-10

300

180

B= baixo; M= médio; A=alta

As quantidades de adubos sugeridas são com base em um plantio no espaçamento 3m x 2m, o que representa uma população de 1666 árvores/ha.



Adubação de plantio

A regra é colocar o adubo o mais perto possível da muda. O adubo pode ser aplicado na cova ou no sulco de plantio. No primeiro caso o adubo deve ser colocado no fundo da cova antes do plantio, bem misturado com a terra para evitar danos à raiz das mudas No segundo caso o adubo é distribuído no fundo do sulco de plantio, aberto pelo sulcador, ou outro implemento agricola.


Adubação de cobertura

Embora não seja uma prática comum a adubação de cobertura é indicada, pois ela complementa a adubação de plantio. No caso de não se fazer a adubação de cobertura,  a quantidade recomendada para  plantio e cobertura devem ser aplicadas no ato do plantio .
A adubação de cobertura é feita aproximadamente 3 meses após o plantio. O adubo é distribuído ao lado das plantas, em faixas ou em coroamento. Após aplicação é recomendado cobri-lo com terra.


Adubação de manutenção

Tem como objetivo fornecer K, Ca e Mg para as plantas. Deve ser aplicada quando as plantas tiverem de 2,5 a 3,0 anos de idade. Nos caso de solo muito ácido ou baixos teores de Ca e Mg, é recomendando aplicar juntamente com o potássio, o calcário dolomitico na quantidade de 2,0 toneladas por hectare.

A aplicação é feita distribuindo o adubo e o Calcário entre as linhas de plantio. Após aplicação deve fazer uma incorporação superficial, isto é, a aproximadamente 5,0 cm de profundidade.

Todos os direitos reservados, conforme Lei nº 9.610