Embrapa


Embrapa Uva e Vinho
Sistema de Produção, 1
ISSN 1678-8761 Versão Eletrônica
Jan/2003

Produção Integrada de Maçãs no Brasil

José Luiz Petri

Início

Capacitação
Organização de produtores e assistência técnica

Recursos naturais

Solos e nutrição
Plantio
Polinização
Tratos Culturais
Poda
Controle da produção da fruta
Quebra de dormência
Manejo da cobertura vegetal
Manejo integrado de pragas e doenças
Colheita e pós-colheita
Mercado e Comercialização
Referências
Glossário


Expediente
Autores
Quebra de dormência

     Em regiões com altitude inferior a 1.200 m em que não ocorre frio suficiente para a quebra de dormência das gemas é necessário um tratamento químico para uniformizar a brotação e floração. Como a intensidade de frio varia de um ano para outro deve-se estabelecer a época de aplicação e as dosagens dos produtos anualmente. Via de regra, recomenda-se o uso de óleo mineral associado a cianamida hidrogenada em pulverização no final do período de dormência, conforme a tabela que se encontra na página Tratos Culturais. 
       A pulverização deve atingir todos os ramos da planta, pois o efeito do tratamento é localizado. A época mais adequada para a aplicação é no início do inchamento das gemas, o que normalmente ocorre entre 20 e 30 dias antes do início da brotação normal.
       As plantas que recebem o tratamento não devem apresentar resíduos de cobre, pois a cianamida reage com o cobre formando um composto fitotóxico que reduz a eficiência da quebra da dormência.


     


    

Copyright © 2003, Embrapa