Embrapa Clima Temperado
Sistemas de Produção, 5
ISSN 1806-9207 Versão Eletrônica
Nov./2005

Sistema de Produção do Morango

Luis Eduardo Corrêa Antunes
Angela Diniz Campos
Jaime Duarte Filho
Antônio Roberto Marchese de Medeiros
Alverides Machado dos Santos

Sumário
Início
 
Produção de mudas
Características básicas das principais cultivares de morango plantadas no Brasil
Implantação da cultura
Práticas culturais
Nutrição, calagem e adubação
Doenças do morangueiro
Pragas do morangueiro
Nematóides fitoparasistas do morangueiro
Cultivo protegido
Irrigação e fertirrigação
Meio ambiente e segurança alimentar
Colheita e pós-colheita
Seleção e classificação
Conservação de morango para a elaboração de produtos industrializados 
Coeficientes técnicos para a cultura do morangueiro
Referências
Autores
 
Expediente 
Cultivo protegido

Não há variedades de morango totalmente resistentes a pragas e doenças, o controle químico torna-se cada vez mais difícil, pois, com o tempo, os microorganismos podem adquirir resistência aos agroquímicos. Por outro lado, o consumidor exige cada vez menos agrotóxico.

O túnel plástico para o cultivo de morango vem sendo cada vez mais utilizado pelos produtores. Oferece melhoria de qualidade e disponibilidade do produto em uma condição mais controlada. O túnel evita excessos de chuva ou seca ou mesmo danos provocados por granizo.
Autor: Jaime Duarte Filho
Fig. 1. Túnel Baixo.

O controle das doenças, pragas e invasoras poderá ser mais eficiente através da utilização de métodos biológicos, com efeito direto sobre os organismos. A utilização de um controle mais natural torna-se necessário, e vem despontando como uma ótima opção o controle do espectro de radiação que chega até as plantas. Com este manejo, pode-se alterar o ambiente interno do túnel, além de afetar aspectos do crescimento, desenvolvimento, reprodução e comportamento de muitos fungos.

Um filme plástico tem efeciência na indução de resistência e no controle do desenvolvimento dos fungos; pode-se ter, além de tal ação duplamente protetora, um importante componente para o programa de manejo ecológico de controle integrado de doenças. É importante considerar, porém, que o mercado apresenta grande variedade de filmes, havendo necessidade de se fazer pesquisas para verificar quais apresentam maio eficácia na redução de incidência de doenças em cultivos de morango, seja controlando o fungo e/ou induzindo a resistência da planta.

Vantagens do cultivo em ambiente protegido

  • Reduz a umidade foliar, com reflexos positivos na diminuição da ocorrência de doenças que atacam a parte aérea.
  • Amplia o período de safra.
  • Permite o uso de técnicas de desinfecção de solo: solarização ou aplicação de produtos fumigantes.
  • Facilita o uso de substrato.
  • Protege contra geadas.

Desvantagens do cultivo em ambiente protegido

Devido as mudanças na estrutura dificulta a rotação de áreas, prática usual em função das doenças oriundas do solo.

A utilização de túnel tem como função básica proteger as plantas da chuva, neblinas, ou orvalho muito forte, evitando o molhamento da folha e, como conseqüência, reduzindo drasticamente a incidência de fungos e bactérias, criando condições de produzir frutos de excelente qualidade, com reduzida utilização de defensivos.

Além do túnel baixo, existe a produção de morangos em casa plástica, que tem as mesmas funções do túnel, com a vantagem de permitir atividades de tratos culturais, mesmo em dias de chuva, inclusive a colheita de frutos com ótima qualidade, operação não aconselhada no túnel baixo, devido ao molhamento do fruto na colheita. Desta forma, a oferta de fruto no mercado, no dia seguinte, cai significativamente e o preço do produto reage na mesma proporção.

Tanto o túnel baixo como a casa plástica são aconselhados para as regiões onde a incidência de chuvas é freqüente na época da colheita. Nos dois sistemas, a irrigação recomendada é a localizada (por gotejamento). Nestes sistemas, deve-se tomar cuidado especial com relação ao ataque de ácaros, eliminando os focos no início. (Fig. 2 e 3).

Autor: Jaime Duarte Filho
Fig. 2. Casa Plástica e túnel baixo

Autor: Alverides Machado dos Santos
Fig. 3. Casa Plástica

Atualmente estamos entrando na terceira geração de sistemas de produção para a cultura do morango. A utilização de "casas plásticas", com cultivo em sistema hidropônico vertical em substratos inertes, é uma tendência que já ganha adeptos. Sistema menos insalubre que o atualmente utilizado, pois o produtor não precisa trabalhar todo o tempo de cócoras, reduz drasticamente a incidência de podridões e doenças foliares, e conseqüentemente a aplicação de defensivos. Melhora sobre maneira a qualidade das "frutas", tanto do ponto de vista organoléptico como de contaminantes químicos e microbiológicos.

O cultivo de morangueiros em sistemas hidropônicos abre algumas possibilidades para combinar o cultivo em ambientes protegidos com a eliminação do uso de produtos destinados a desinfecção do solo. Entretanto, é necessário que o real potencial das técnicas de cultivo sem solo seja avaliado no que diz respeito à produtividade e ao manejo fitotécnico. É importante, também, que se gerem e adaptem técnicas de cultivo hidropônico do morangueiro paras as condições tropicais e subtropicais (Furlani & Fernandes Júnior, 2001). Neste sistema não há revolvimento de solo e perigo de contaminação ambiental já que o sistema é fechado, havendo refluxo do excesso de solução nutritiva (Fig. 4 e 5).

Essa produção mais limpa vai ser refletida em melhor qualidade de vida para o produtor, num produto saudável e de qualidade para a população, regulariza e estende o período de safra e potencializa as possibilidades de exportação do morango nacional. O mercado externo, consumidor de frutas in natura ou processadas, estabelece requerimentos fitossanitários rigorosos para a importação desses produtos, o que exige uma visão diferenciada de produção, priorizando a qualidade da fruta e o meio ambiente. Todos os aspectos de qualidade de alimentos relacionados com a proteção da vida e bem estar do consumidor, incluindo o cenário de qualidade alimentar, segurança e padrões de dieta, também estão sendo requeridos. Ao mesmo tempo, tem crescido, no mercado interno, esta exigência entre os consumidores de frutas, principalmente, in natura.

Autor: Cínara Morales
Fig. 4. Sistema hidropônico vertical

Autor: Cínara Morales
Fig. 5. Sistema hidropônico horizontal
 

Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610.