Embrapa Suínos e Aves
Sistemas de Produção, 2
ISSN 1678-8850 Versão Eletrônica
Jan/2003
Produção Suínos
Autores

Início

Importância Econômica
Proteção Ambiental
Planejamento da Produção
Construções
Material Genético
Nutrição
Biossegurança
Vacinação
Limpeza e Desinfecção
Monitorias Sanitárias
Tratamentos
Fatores de Risco
Manejo da Produção
Manejo Pré-abate
Manejo de Dejetos
Gerenciamento
Mercado e Comercialização
Referências Bibliográficas
Glossário


Expediente

Manejo Pré-abate


O manejo pré abate dos animais tem influência direta sobre a qualidade da carcaça e da carne, devendo merecer toda a atenção do produtor.

Preparo dos animais
Embarque
Transporte para o abate

Preparo dos animais


  • A alimentação dos animais a serem enviados para o abate deve ser suspensa 12 horas antes da hora prevista para o embarque.
  • Garantir o fornecimento constante de água aos animais até o momento de embarque.

Embarque

  • Os animais devem ser conduzidos para o local de embarque com tranqüilidade, sem estresse e usando tábuas de manejo.
  • A rampa de embarque deve ter no máximo 20º de inclinação e piso antiderrapante, para facilitar a condução dos animais e evitar escoriações.
Transporte para o abate

  • O caminhão a ser utilizado para o transporte dos animais deve ter no máximo dois pisos.
  • Ao chegar na propriedade para carregar os animais o caminhão deve ter sido previamente higienizado e desinfetado, evitando assim a exposição dos mesmos a eventuais agentes contaminantes.
  • Os animais devem ser alojados no caminhão na razão de 2,5 suínos de 100 kg por m2, ou seja, propiciar uma área de 0,40 m2 para cada 100 kg de peso animal.
  • O transporte deve ser efetuado com calma, de preferência durante a noite, sempre aproveitando as horas mais frescas ou de menor temperatura. O cuidado no transporte deve ser redobrado quando este for feito em estradas não pavimentadas ou irregulares.
  • Quando o transporte exceder a duração de três horas, devem ser adotados cuidados especiais.

     

Copyright © 2000, Embrapa