Embrapa Embrapa Uva e Vinho
Sistema de Produção, 8
ISSN 1678-8761, Versão Eletrônica
Dez.2005
Uvas Sem Sementes
Cultivares BRS Morena, BRS Clara e BRS Linda
Loiva Maria Ribeiro de Mello
João Dimas Garcia Maia
Custos e rentabilidade

    Os custos de produção de uvas variam de acordo com o sistema de condução, a densidade de plantio, o solo, o valor da mão-de-obra, os preços dos insumos, a tecnologia empregada, entre outros. Além disso, o Brasil possui, ainda, pouca experiência na produção de uvas sem sementes, e, por este sistema referir-se a novas cultivares, os coeficientes técnicos apresentados e os valores estimados representam uma aproximação da realidade baseada em dados secundários e nos dados obtidos nos experimentos de validação. Recomendado para regiões tropicais, cabe destacar que as condições diferem das tradicionais regiões vitícolas, uma vez que são realizados dois ciclos vegetativos, onde um é de produção e outro de formação da planta, o que eleva os custos de produção.

Custos de instalação
Custos de manutenção
Rentabilidade

Custos de instalação

    Na Tabela 1, são apresentados os custos de implantação referentes ao primeiro ano. Considerou-se um vinhedo conduzido no sistema latada (pérgola), com espaçamento de 3,0 m entre filas por 3,0 m entre plantas. Para a instalação, foram considerados todos os custos, exceto a remuneração da terra e os juros sobre o capital investido. Foi considerado o preço do porta- enxerto enraizado e a enxertia em campo. Os custos totais estimados de implantação de 1 hectare de uvas sem sementes, cultivares BRS Morena, BRS Clara e BRS Linda, somam R$ 49.664,85.

Custos de manutenção

    Os custos de manutenção referem-se aos gastos com insumos, mão-de-obra, máquinas, comercialização, depreciação do vinhedo e utensílios diversos para um hectare nos dois ciclos anuais (produção e formação). Em valores de junho de 2004, foram estimados em R$29.290,37 por ano (Tabela 2). A vida útil considerada para os parreirais foi de 15 anos, e, para os equipamentos, 10 anos, sendo que o conjunto abaixo apresentado é utilizado em 5 ha. Não foi considerado valor residual mesmo sabendo que a estrutura dos vinhedos pode durar 30 anos ou mais.

Rentabilidade

    A produção média esperada a partir do terceiro ano é de 25 t/ha para a cultivar BRS Morena e de 30 t/ha para as cultivares BRS Clara e BRS Linda. Considerando que a oferta de uvas sem sementes no mercado brasileiro é praticamente de uvas importadas, uma vez que a produção da região do vale do São Francisco é destinada à exportação, foram estimados preços de venda considerando o preço médio pago pela uva importada (com e sem sementes) e o preço médio da uva exportada pelo Brasil (com e sem sementes). Assim, considerou-se o preço recebido pelo produtor de 1,2 dólares ao quilo, o que eqüivale a aproximadamente 3,7 reais ao quilo, a preços de junho de 2004. Descontando-se os gastos de comercialização (frete, comissão, carga e descarga, FUNRURAL, etc.), em torno de 25%, temos o valor de 2,78 reais ao quilo. Com esse preço, o lucro esperado é de R$ 54.109,63. Nesse caso, a relação Lucro Líquido/Renda Bruta é de 1,847, para produtividade de 30 t/ha, e de 1,37 para produtividade de 25 t/ha.
    Cabe destacar, no entanto, que a produtividade pode ser maior que a considerada no presente trabalho, e que os preços recebidos pelos produtores de uvas sem sementes para exportação cheguem a atingir 3 dólares ao quilo (O Estado de São Paulo, 16/06/2004).

Tabela 1. Custo de implantação de um hectare de uvas sem sementes no sistema latada, utilizando-se o espaçamento de 3,0 m x 3,0 m.

Ítens Unidade Quant. Preço Valor (R$)
I - Sistema de Condução        
Esticadores cantoneiros (3,50 m)/ 25 cm un 4 150 600
Lascas de Itaúba padrão (3,00 m)-laterais un 64 20 1.280,00
Lascas de Itaúba padrão (3,00 m)-p/mortos un 36 20 720
Lascas de Itaúba padrão (2,50 m)-laterais un 68 16,5 1.122,00
Lascas de Itaúba padrão (2,50 m)-interior un 256 16,5 4.224,00
Mourões de eucalipto tratado (2,20 m) un 289 6,6 1.907,40
Balancins de Itaúba (0,03 x 0,04) x (1,5 m) un 256 1 256
Cabo de aço rolo (250 m) 1,64 345 565,8
Arame n.º 12 rolo (1000 m) 7 188 1.316,00
Arame n.º 14 - malha simples rolo (1000 m) 24 125,7 3.016,80
Arame n.º 14 - para sustentar a tela rolo (1000 m) 3,5 125,7 439,95
Arame n.º 6 - P/rabichos nos cantos kg 410 3,9 1.599,00
Arame n.º 18 kg 10 5 50
Pregos 19/32 kg 5 3,9 19,5
Presilhas 3/8 un 28 1 28
Tela de polietileno especial c/18% (sombra) m 12.000 1 12.000,00
Construção da parreira 10.000 0,25 2.500,00
Instalação do telhado h/d 60 20 1.200,00
Subtotal       32.844,45
II - Sistema de Irrigação        
Irrigação (microaspersão) un 1 7.700,00 7.700,00
Subtotal       7.700,00
         
III - Insumos        
Calcário t 3 85 255
Esterco de bovino t 40 40 1.600,00
Superfosfato simples t 1 484 484
Cloreto de potássio kg 150 1,38 207
Uréia kg 110 1,48 162,8
Fungicidas diversos     356
Inseticidas diversos     59
Mudas de porta-enxertos un 1120 1 1.120,00
Subtotal       4.243,80
VI - Preparo do Solo e Plantio        
Aração h/m 3 40 120
Gradagem h/m 3 40 120
Terraceamento h/m 0,5 40 20
Calagem h/m 2 40 80
Alinhamento h/d 3 20 60
Sulcagem h/m 5 40 200
Preparo de covas h/d 68 20 1.360,00
Plantio dos porta-enxertos h/d 13 20 260
Subtotal       2.220,00
V - Tratos Culturais        
Capinas h/d 48 20 960
Adubação de cobertura h/d 8,5 20 170
Tutoramento h/d 6 20 120
Enxertia un 1.111 0,6 666,6
Condução da planta h/d 25 20 500
Retirada de brotos ladrões h/d 2 20 40
Aplicação de fungicidas h/d 10 20 200
Subtotal       2.656,60
TOTAL       49.664,85

Tabela 2. Custos operacionais anuais de um hectare de uvas sem sementes no sistema latada, espaçamento 3,0 m x 3,0 m.

Itens Unidade Quant. Preço Valor (R$)
I - Insumos        
Esterco de bovino t 40 40 1.600,00
Superfosfato simples t 1 484 484
Cloreto de potássio t 0,8 1.038,00 830,4
Uréia t 0,22 1.048,00 227,42
Ácido bórico kg 5 2,5 12,5
Sulfato de zinco kg 10 1,5 15
Fungicidas diversos     4.950,00
Fosfito de potássio L 16 17 272
Cianamida Hidrogenada L 10 49,2 492
Herbicida diversos 66
Ácido giberélico g 4 9 36
Espalhante adesivo L 15 7,5 112,5
Fita plástica pc 50 3,5 175
Grampos cx. 50 2 100
Baldes de plástico un 4 2,8 11,2
Caixa de papelão (5 kg) un 6.000,00 1,1 6.600,00
Subtotal       15.984,02
II - Tratos culturais        
Calagem h/m 2 40 80
Sulcagem h/m 3 25 75
Incorporação de matéria orgânica h/d 20 20 400
Roçagem h/m 10 25 250
Transporte de matéria orgânica h/d 12 25 300
Aplicação de fungicidas h/m 50 25 1.250,00
Transporte interno h/m 22 25 550
Aplicação de herbicidas h/d 4 20 80
Adubações de cobertura h/d 5 20 100
Capinas h/d 40 20 800
Irrigação h/d 2 20 40
Poda de formação h/d 15 20 300
Poda de produção h/d 20 20 400
Aplicação de cianamida hidrogenada h/d 13 20 260
Poda verde (desfolha, desnetamento e desponte) h/d 18 20 360
Grampeação  h/d 27 20 540
Aplicação de reguladores vegetais h/d 5 20 100
Subtotal       5.875,00
III - Colheita e Embalagem
Colheita e embalagem h/d 150 20 3.000,00
Subtotal       3.000,00
IV - Outros
Energia Elétrica KWh/h 1.643,00 0,22 361,46
Depreciação       4.069,89
Subtotal       4.431,35
         
TOTAL       29.290,37

Tabela 3. Outros investimentos necessário, considerando uma área de 5 hectares de parreiras.

Ítens Unidade Quant. Preço Valor (R$)
Microtrator de 18 CV un 1 23.000,00 23.000,00
Pulverizador de 500 L un 1 7.000,00 7.000,00
Roçadeira un 1 2.400,00 2.400,00
Grade un 1 1.400,00 1.400,00
Carreta de duas rodas un 1 900 900
Sulcador reversível/tração animal un 1 150 150
Grampeador/alceador un 10 185 1.850,00
Tesoura de poda un 10 33 330
Tesoura de colheita un 10 18,4 184
Pulverizador costal manual de 20L un 5 96,2 481
Tubo para aplicação de cianamida hidrogenada un 10 25 250
TOTAL       37.945,00
Topo
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610