Embrapa Florestas
Sistemas de Produção, 2
ISSN 1678-8281 Versão Eletrônica
Cultivo da Grevílea nas Regiões Sul e Sudeste do Brasil

Autores
Emerson Gonçalves Martins
Edinelson José Maciel Neves

Cultivo da GrevÝlea

1.Importância socioeconômica e ambiental
2.Generalidades sobre a espécie
3.Taxonomia e descrição
4.Distribuição geográfica
5.Propriedades e utilização da madeira
6.Melhoramento genético
7.Requerimentos ecológicos da espécie
8.Sementes
9.Formação de mudas
10.Implantação
11.Manutenção
12.Pragas e doenças
13.Manejo
14.Sistemas agroforestais
15.Coeficientes técnicos e custos
16.Mercado e comercialização
17.Referências
18.Equipe
Expediente

Glossário
Entrada

 

Manutenção

Não existem recomendações específicas nem informações publicadas sobre adubação de grevílea nas condições brasileiras. A espécie, entretanto tem maior desenvolvimento em solos de maior fertilidade, sendo ainda bastante sensível à competição por plantas daninhas na fase inicial de seu crescimento. Esta característica indica potencial de resposta favorável à adubação principalmente de base. Recomenda-se em solos muito pobres quimicamente a aplicação de pelo menos 100g por cova de superfosfato simples. A espécie possui sistema radicular bastante profundo, capaz de translocar nutrientes das partes mais profundas do solo  para  a  superfície, através  da  deposição  da serapilheira.

 

Todos os direitos reservados, conforme Lei nº 9.610

Topo da Página